Deste ou Desse

Muitas pessoas tem dúvidas sobre o uso correto das palavras deste ou desse. A verdade é que essas duas palavras são bastante parecidas. No entanto, você deve se atentar que são usadas em situações diferentes.

As palavras “desse” e “deste” são contrações da preposição “de” com os pronomes demonstrativos “esse” e “este”

Quando usar “Desse”

“Desse” é a união da preposição “de” com o pronome demonstrativo “esse”. Você pode utilizar quando está se referindo está próximo da pessoa quem se fala, longe da pessoa que está falando.

É também empregado no tempo passado, para se referir a algo que já foi mencionado anteriormente.

Exemplos

  • Gostei desse sapato!
  • Você fez aniversário no mês passado? Em que dia desse mês?
  • Saia desse banco e vamos passear!

Quando usar Deste

“Deste” é a junção da preposição “de” com o pronome demonstrativo “este”.

É usado para referir-se a algo que está próximo da pessoa que fala (emissor). É também empregado no tempo presente ou para referir o que vai ser mencionado no discurso.

Observe os exemplos a seguir:

  • Você quer saber quanto custa este celular?
  • Nós viajaremos no dia 28 deste mês.
  • Gostou deste vestido ou desse aí?

Resumo

Desta pizza indica que o alimento está próximo de quem está falando, ou se encontra à mesa, presente a todos os interlocutores.

Dessa pizza indica que o alimento está próximo da pessoa a quem se está falando, ou se refere a esse alimento já tratado anteriormente. Esse, essa e isso – conforme o tom em que forem proferidos – podem conter um quê de desprezo ou rejeição.

 

Comprimento ou Cumprimento: Qual o uso correto?

Se você chegou até este artigo é porque está com dúvida sobre o uso correto das palavras comprimento ou cumprimento. Na língua portuguesa, as duas palavras estão corretas. No entanto, seu significado e seu emprego são diferentes – também há uma diferença ortográfica em torno das vogais o e u.

Como é sabido por todos, a complexidade da língua portuguesa é reconhecida em todo o mundo. Neste artigo, vamos ver qual é a diferença entre as palavras comprimento e cumprimento. Você saberá em quais situações utilizar.

Quando usar a palavra “comprimento”

Comprimento se refere ao tamanho de alguém ou alguma coisa, é sinônimo de extensão, distância, compridez, longitude, altura, tamanho, grandeza, duração, tempo, entre outros.

  • O comprimento desta piscina é de 50 metros.
  • Este homem tem o comprimento de uma porta!
  • Qual o comprimento desta mesa?

Quando usar a palavra “cumprimento”

A palavra “cumprimento” é o ato de cumprimentar alguém (fazer uma saudação ou um elogio) ou, ainda, de cumprir (realizar) algo. Trata-se de uma forma de saudação amigável entre pessoas ou entidades, geralmente com algum gesto ou fala.

Pode ser ainda a forma conjugada do verbo cumprimentar na 1.ª pessoa do singular do presente do indicativo.

Assim:

  • As crianças cumprimentaram seus pais.
  • Lula cumprimentou o novo presidente do país.
  • Fico feliz pelo cumprimento do que me tinha prometido.

Conjugação do Verbo Cumprimentar

Como dito acima, também podemos classifica-la como verbo. Separei a conjugação do verbo cumprimentar apenas para exemplificar.

  • Eu cumprimento
  • Tu cumprimentas
  • Ele/ela cumprimenta
  • Nós cumprimentamos
  • Vós cumprimentais
  • Eles/Elas cumprimentam

Resumo

  • Use a palavra comprimento no sentido de extensão e dimensão.
  • Use a palavra cumprimento no sentido de saudar alguém, também quando deriva do verbo “cumprir”

Entenda o uso dos porquês: porque, porquê, por que ou por quê

Desde muito tempo, o uso dos porquês na língua portuguesa causa dúvida na hora da escrita. Entre vários assuntos abordados dentro da gramática portuguesa, o emprego correto dos porquês é um dos mais complicados de serem discutidos.

O uso dos porquês se agrava principalmente quando vamos escrever: são tantas possibilidades que as vezes, podemos ficar confusos quanto ao seu uso. Por isso, preparei este guia simples para que você aprenda o uso correto dos porquês.

Quando usar o “porque” junto

O “porque” junto e sem acento é uma conjunção que indica causa, motivo, justificativa ou explicação que une duas orações. O uso do porque tem um valor próximo de expressões e palavras como “pois”, “para que” e “uma vez que”

Alguns exemplos:

  • Eu não fiz a prova de português porque perdi o ônibus
  • Preciso estudar porque na segunda-feira tenho prova
  • Fiz este bolo porque é aniversário dele

Quando usar o “por que” separado

O “por que” separado normalmente vem em frases interrogativas e no início da frase. Também podemos empregar o uso do “por que” quando pudermos substituí-lo por “pelos quais”, “pelo qual”, “pela qual” ou “pelas quais”.

  • Por que você escreveu isso?
  • Por que discutiu com sua mãe?
  • As dificuldades por que teve de passar foram enormes.

Quando usar o “porquê” junto e com acento

Usamos o “porquê” quando a expressão for substantivada e sinônima de razão ou motivo. Normalmente, acompanhado de artigos, pronomes, adjetivos ou numerais para esclarecer seu motivo dentro da frase em questão

  • Os irmãos não entenderam o porquê do castigo.
  • Desconhecemos o porquê da desistência do candidato.

Quando usar o “por quê” separado e com acento

Usamos quando a expressão aparece em final de frase ou sozinha.

  • Viajar de ônibus, por quê?

Resumo

Preparei um pequeno resumo para você não ter mais dúvidas.

  • Porque (junto) – usado para frases afirmativas (explicativas ou causais);
  • Por que (separado) – em frases interrogativas ou quando pode ser substituído por “pelo qual” e suas variações;
  • Por quê (separado e com acento) – no final de frase interrogativa.
  • Porquê (junto e com acento) – quando for uma palavra substantivada.

 

 

Verbo

Verbo é a classe de palavras que se flexiona em número, pessoa, tempo, modo, voz e pessoa. Os verbos podem indicar ações, estados, fenômenos, ocorrências ou desejo.

O que caracteriza o verbo são as suas flexões, e não os seus possíveis significados.

Observe que palavras como corrida, chuva e nascimento têm conteúdo muito próximo ao de alguns verbos mencionados acima; não apresentam, porém, todas as possibilidades de flexão que esses verbos possuem.

Estrutura do Verbo

Assim como todas as palavras, os verbos são feitos de pequenas unidades ou partes, como por exemplo, a palavra.

As morfemas (partes de uma palavra), que participam da estruturação das formas verbais são chamadas de:

O verbo é formado por três elementos: Radical, Vogal Temática e Disinências.

Radical

O radical é a base. É o morfema que contém a significação básica do verbo, onde está expresso o significado do verbo.

Vogal Temática

A vogal temática se une ao radical para receber as desinências e, assim, conjugar os verbos. O resultado dessa união chama-se tema.

Na língua portuguesa há três vogais temáticas:

  • -a- indica a 1ª conjugação: am a r
  • -e- indica a 2ª conjugação: vend e r
  • -i- indica a 3ª conjugação: part i r

A vogal temática indica a qual conjugação o verbo pertence:

  • verbos de 1ª conjugação terminam em -ar;
  • verbos de 2ª conjugação terminam em -er;
  • verbos de 3ª conjugação terminam em -ir.

Desinências

As desinências são os elementos que junto com o radical promovem as conjugações. São morfemas que se acrescentam ao tema para indicar as flexões do verbo. Indicam as pessoas do discurso (1ª, 2ª e 3ª), o número (singular e plural), o tempo e o modo. verbal. Elas podem ser:

Desinências modo-temporais quando indicam os modos e os tempos.
Desinências número-pessoais quando indicam as pessoas.

Exemplos:

Dissertávamos (va- desinência de tempo pretérito do modo indicativo), (mos- desinência de 1.ª pessoa do plural)
Esclarecerei (re- desinência de tempo futuro do modo indicativo), (i- desinência de 1.ª pessoa do singular)
Contribuamos (a- desinência de modo presente do modo subjuntivo), (mos- desinência de 1.ª pessoa do plural)

Modos Verbais

Dá-se o nome de modo às várias formas assumidas pelo verbo na expressão de um fato. Em Português, existem três modos:

  • Indicativo – indica uma certeza, uma realidade. Por exemplo: Eu sempre estudo.
  • Subjuntivo – indica uma dúvida, uma possibilidade. Por exemplo: Talvez eu estude amanhã.
  • Imperativo – indica uma ordem, um pedido. Por exemplo: Estuda agora, menino.

Vou falar mais detalhadamente abaixo.

Modo indicativo

Exprime uma ação certa e real. Certeza, precisão do falante perante o fato. Por exemplos:

  • Eu gosto de chocolate.
  • Eu aprendi a patinar na praça.
  • Ela foi a escola.
  • Nós viajaremos em maio.
  • Eu queria ser ator.
  • Presente: desejo atual, dúvida no momento;
  • Pretérito imperfeito: mostra condição, hipótese. (Usado com o futuro do pretérito do indicativo);
  • Futuro: indica hipótese futura.

Modo subjuntivo

Exprime uma ação possível, que ainda não foi realizada e que muitas vezes está dependente de outra. Atitude de incerteza, dúvida, imprecisão do falante perante o fato. Por exemplos:

  • Espero que você esteja bem.
  • E se eu aprendesse a patinar na praça?
  • Quando ele voltar eu conto a verdade.
  • Que ela tenha sucesso amanhã.
  • Se eu pudesse voltar no tempo.

Modo imperativo

Afirmativo: nas pessoas “tu” e “vós”, é formado a partir do presente do indicativo, retirando o “s” ao final da conjugação. Nos demais casos, a formação é igual à do presente do subjuntivo;

Negativo: é idêntico ao presente do subjuntivo.

No caso de formas verbais ditas simples, há também as formas compostas. Exprime uma ordem, um pedido, uma exortação ou um conselho. Atitude de ordem, solicitação ou convite. Por exemplos:

  • Não grite agora!
  • Não ponha tanto açúcar, isso pode lhe fazer mal.

Dica: lembre-se que no modo imperativo não existe primeira pessoa do singular, tendo em vista ser impossível fazer um pedido a si mesmo ou se auto dar uma ordem.

Substantivo

Substantivos é a classe gramatical cuja responsabilidade é nomear objetos, seres, fenômenos, lugares, qualidades, ações entre outros.

Os substantivos atuam sempre como núcleo das funções sintáticas onde estão inseridos. Vem de “substância”, isso porque são os tipos de palavras que nomeiam as coisas que existem no mundo, sendo eles físicos ou não.

Definição de Substantivo

A definição de substantivo é: a palavra que dá nome aos seres, coisas, lugares, ideias, sentimentos.

Alguns exemplos:

  • Substantivo no masculino: homem
  • Substantivo no feminino: mulher
  • Substantivo no singular: escola
  • Substantivo no plural: escolas
  • Substantivo no grau diminutivo: gatinho
  • Substantivo no grau normal: gato
  • Substantivo no grau aumentativo: gatarrão

Para melhor emprego dos mesmos, é possível classificá-los de diferentes formas: em substantivos abstratos ou concretos, compostos, simples, primitivos, derivados, coletivos, próprios, femininos, masculinos, singulares, plurais, comuns de dois gêneros, sobrecomuns, epicenos e assim por diante.

Neste artigo, vou exemplificar os tipos de substantivos e também dar exemplos para que você compreenda integralmente o assunto.

Tipos substantivos

Substantivo Comum

O substantivo comum dá nome aos seres da mesma espécie (animais, plantas, objetos) de forma genérica e são grafados com letra minúscula.

Exemplos:

  • Gente
  • Criança
  • Cidade
  • País

Substantivo Próprio

É a palavra que dá nome a um ser particular de uma mesma espécie. Deve ser escrito com letra maiúscula.

  • Rodrigo
  • Recife
  • Rio de Janeiro

Substantivos Simples e compostos

São classificados como substantivos simples aqueles que possuem apenas um radical em sua composição. Já os substantivos compostos têm pelo menos dois radicais na sua formação.

Exemplo de substantivos simples:

  • Chuva
  • Borboleta
  • Tempo
  • Cadeira
  • Gato
  • Ave
  • Farinha

Exemplo de substantivo composto:

  • Guarda-chuva
  • Infra-estrutura
  • Alto-falante
  • Recém-chegado

Substantivo Concreto

Dá-se o nome de substantivo concreto quando sua existência é independente.

Exemplos:

  • Mesa
  • Aliança
  • Tapete
  • Uva
  • Cobra

Substantivo Abstrato

São palavras que nomeiam ações, estados e qualidades e podem ser derivados de ações ou verbos, estados e qualidades

Exemplos:

  • Beijo
  • Partida
  • Corrida
  • Sede
  • Compra
  • Honestidade

Substantivo Coletivo

Quando indicam coleção, conjunto de seres, desde que pertençam à mesma espécie.

  • Fauna
  • Cardume
  • Enxame

 

 

 

 

Como conjugar o Verbo Caminhar

Gerúndio: caminhando
Particípio passado: caminhado
Infinitivo: caminhar

Tipo de verbo: regular
Transitividade: transitivo e intransitivo
Separação silábica: ca-mi-nhar

Introdução

Conjugar um verbo é dizê-lo em todos os modos, tempos, pessoas, números e vozes. O agrupamento de todas essas flexões, segundo uma ordem determinada, chama-se conjugação.

No artigo de hoje, vamos aprender como conjugar o verbo caminhar.

 

Indicativo

Presente

  • Eu caminho
  • Tu caminhas
  • Ele caminha
  • Nós caminhamos
  • Vós caminhais
  • Eles caminham

Pretérito Imperfeito

  • Eu caminhava
  • Tu caminhavas
  • Ele caminhava
  • Nós caminhávamos
  • Vós caminháveis
  • Eles caminhavam

Pretérito Perfeito

  • eu caminhei
  • tu caminhaste
  • ele caminhou
  • nós caminhamos
  • vós caminhastes
  • eles caminharam

Pretérito Mais-que-perfeito

  • Eu caminhara
  • Tu caminharas
  • Ele caminhara
  • Nós caminháramos
  • Vós caminháreis
  • Eles caminharam

Futuro do Presente

  • Eu caminharei
  • Tu caminharás
  • Ele caminhará
  • Nós caminharemos
  • Vós caminhareis
  • Eles caminharão

Futuro do Pretérito

  • Eu caminharia
  • Tu caminharias
  • Ele caminharia
  • Nós caminharíamos
  • Vós caminharíeis
  • Eles caminhariam

Subjuntivo

Presente

  • que eu caminhe
  • que tu caminhes
  • que ele caminhe
  • que nós caminhemos
  • que vós caminheis
  • que eles caminhem

Pretérito Imperfeito

  • se eu caminhasse
  • se tu caminhasses
  • se ele caminhasse
  • se nós caminhássemos
  • se vós caminhásseis
  • se eles caminhassem

Futuro

  • quando eu caminhar
  • quando tu caminhares
  • quando ele caminhar
  • quando nós caminharmos
  • quando vós caminhardes
  • quando eles caminharem

Imperativo

Imperativo Afirmativo

  • caminha tu
  • caminhe ele
  • caminhemos nós
  • caminhai vós
  • caminhem eles

Imperativo Negativo

  • não caminhes tu
  • não caminhe ele
  • não caminhemos nós
  • não caminheis vós
  • não caminhem eles

Infinitivo

Infinitivo Pessoal

por caminhar eupor caminhares tupor caminhar elepor caminharmos nóspor caminhardes vóspor caminharem eles

Como conjugar o verbo articular

Gerúndio: articulando
Particípio passado: articulado
Infinitivo: articular

Tipo de verbo: regular
Separação silábica: ar-ti-cu-lar

Indicativo

Presente

  • eu articulo
  • tu articulas
  • ele articula
  • nós articulamos
  • vós articulais
  • eles articulam

Pretérito Imperfeito

  • eu articulava
  • tu articulavas
  • ele articulava
  • nós articulávamos
  • vós articuláveis
  • eles articulavam

Pretérito Perfeito

  • eu articulei
  • tu articulaste
  • ele articulou
  • nós articulamos
  • vós articulastes
  • eles articularam

Pretérito Mais-que-perfeito

  • eu articulara
  • tu articularas
  • ele articulara
  • nós articuláramos
  • vós articuláreis
  • eles articularam

Futuro do Presente

  • eu articularei
  • tu articularás
  • ele articulará
  • nós articularemos
  • vós articulareis
  • eles articularão

Futuro do Pretérito

  • eu articularia
  • tu articularias
  • ele articularia
  • nós articularíamos
  • vós articularíeis
  • eles articulariam

Subjuntivo

Presente

  • que eu articule
  • que tu articules
  • que ele articule
  • que nós articulemos
  • que vós articuleis
  • que eles articulem

Pretérito Imperfeito

  • se eu articulasse
  • se tu articulasses
  • se ele articulasse
  • se nós articulássemos
  • se vós articulásseis
  • se eles articulassem

Futuro

  • quando eu articular
  • quando tu articulares
  • quando ele articular
  • quando nós articularmos
  • quando vós articulardes
  • quando eles articularem

Imperativo

Imperativo Afirmativo

  • articula tu
  • articule ele
  • articulemos nós
  • articulai vós
  • articulem eles

Imperativo Negativo

  • não articules tu
  • não articule ele
  • não articulemos nós
  • não articuleis vós
  • não articulem eles

Infinitivo

Infinitivo Pessoal

  • por articular eu
  • por articulares tu
  • por articular ele
  • por articularmos nós
  • por articulardes vós
  • por articularem eles

Como conjugar o verbo amar

Verbo Amar

Gerúndio: amando
Particípio passado: amado
Infinitivo: amar

Tipo de verbo: regular
Transitividade: transitivo direto, intransitivo e pronominal
Separação silábica: a-mar

Introdução

Conjugar um verbo é dizê-lo em todos os modos, tempos, pessoas, números e vozes. O agrupamento de todas essas flexões, segundo uma ordem determinada, chama-se conjugação.

No artigo de hoje, vamos aprender como conjugar o verbo amar. O verbo amar é utilizado bastante no nosso dia a dia, principalmente entre casais apaixonados.

Indicativo

Presente

  • eu amo
  • tu amas
  • ele ama
  • nós amamos
  • vós amais
  • eles amam

Pretérito Imperfeito

  • eu amava
  • tu amavas
  • ele amava
  • nós amávamos
  • vós amáveis
  • eles amavam

Pretérito Perfeito

  • eu amei
  • tu amaste
  • ele amou
  • nós amamos
  • vós amastes
  • eles amaram

Pretérito Mais-que-perfeito

  • eu amara
  • tu amaras
  • ele amara
  • nós amáramos
  • vós amáreis
  • eles amaram

Futuro do Presente

  • eu amarei
  • tu amarás
  • ele amará
  • nós amaremos
  • vós amareis
  • eles amarão

Futuro do Pretérito

  • eu amaria
  • tu amarias
  • ele amaria
  • nós amaríamos
  • vós amaríeis
  • eles amariam

Subjuntivo

Presente

  • que eu ame
  • que tu ames
  • que ele ame
  • que nós amemos
  • que vós ameis
  • que eles amem

Pretérito Imperfeito

  • se eu amasse
  • se tu amasses
  • se ele amasse
  • se nós amássemos
  • se vós amásseis
  • se eles amassem

Futuro

  • quando eu amar
  • quando tu amares
  • quando ele amar
  • quando nós amarmos
  • quando vós amardes
  • quando eles amarem

Imperativo

Imperativo Afirmativo

  • ama tu
  • ame ele
  • amemos nós
  • amai vós
  • amem eles

Imperativo Negativo

  • não ames tu
  • não ame ele
  • não amemos nós
  • não ameis vós
  • não amem eles

Infinitivo

Infinitivo Pessoal

  • por amar eu
  • por amares tu
  • por amar ele
  • por amarmos nós
  • por amardes vós
  • por amarem eles

Como conjugar o verbo dar

Tipo de verbo: irregular
Transitividade: transitivo direto, transitivo indireto, transitivo direto e indireto, intransitivo e pronominal
Separação silábica: dar

Introdução

Conjugar um verbo é dizê-lo em todos os modos, tempos, pessoas, números e vozes. O agrupamento de todas essas flexões, segundo uma ordem determinada, chama-se conjugação.

No artigo de hoje, vamos aprender como conjugar o verbo dar. O verbo Dar é utilizado bastante no nosso dia a dia.

Indicativo

Presente

  • Eu dou
  • Tu dás
  • Ele dá
  • Nós damos
  • Vós dais
  • Eles dão

Pretérito Imperfeito

  • Eu dava
  • Tu davas
  • Ele dava
  • Nós dávamos
  • Vós dáveis
  • Eles davam

Pretérito Perfeito

  • Eu dei
  • Tu deste
  • Ele deu
  • Nós demos
  • Vós destes
  • Eles deram

Pretérito Mais-que-perfeito

  • Eu dera
  • Tu deras
  • Ele dera
  • Nós déramos
  • Vós déreis
  • Eles deram

Futuro do Presente

  • Eu darei
  • Tu darás
  • Ele dará
  • Nós daremos
  • Vós dareis
  • Eles darão

Futuro do Pretérito

  • Eu daria
  • Tu darias
  • Ele daria
  • Nós daríamos
  • Vós daríeis
  • Eles dariam

Subjuntivo

Presente

  • que eu dê
  • que tu dês
  • que ele dê
  • que nós demos
  • que vós deis
  • que eles deem

 

Pretérito Imperfeito

  • se eu desse
  • se tu desses
  • se ele desse
  • se nós déssemos
  • se vós désseis
  • se eles dessem

Futuro

  • quando eu der
  • quando tu deres
  • quando ele der
  • quando nós dermos
  • quando vós derdes
  • quando eles derem

Imperativo

Imperativo Afirmativo

  • dá tu
  • dê ele
  • demos nós
  • dai vós
  • deem eles

Imperativo Negativo

  • não dês tu
  • não dê ele
  • não demos nós
  • não deis vós
  • não deem eles

Infinitivo

Infinitivo Pessoal

  • por dar eu
  • por dares tu
  • por dar ele
  • por darmos nós
  • por dardes vós
  • por darem eles

 

 

Leitura Eficaz

A Leitura eficaz é fundamental para nossa vida, principalmente pela quantidade grande de informações que nós precisamos absorver todos os dias. E isso não é importante apenas para o nosso desenvolvimento curricular, mas também de extrema importância para nosso desenvolvimento humano.

No entanto, muitas pessoas tem dificuldade em ter foco durante a leitura, ou até mesmo, sente-se pouco concentrado e tem dificuldade em reter essas informações.

O curso Leitura Eficaz é o resultado de mais de 10 anos de pesquisa sobre técnicas de aprendizagem acelerada e aumento de produtividade. Aplicando este método, você poderá aumentar seu foco na leitura, irá reter muito mais conteúdo e ainda conseguirá revisar grande quantidade de informação em poucos minutos.

Neste artigo, vou revelar como você ser mais produtivo para ter uma leitura eficaz.

Método Leitura Eficaz funciona

Sim!

Você vai aprender a aplicar os 5 passos do método que se utiliza de técnicas de aprendizagem acelerada e neurociência, como: Mapa Mental, Leitura Dinâmica, Fotoleitura, entre outras.

Quem é Filipe Iorio?

Este é o Filipe Iorio, idealizador do Método Leitura Eficaz e fundador do MapaMental.org, o maior portal sobre mapas mentais do Brasil.

Já ajudou mais de 22 mil pessoas a melhorarem seu poder de memorização e também a aumentar a retenção de informação.

 

Para quem é indicado o Curso Leitura Eficaz

Antes de começar a falar para quem é indicado o curso, eu te faço uma pequena pergunta: quantos livros você comprou e não conseguiu terminar de ler, ou nem ao menos terminou de ler as primeiras páginas?

Se isso já aconteceu com você, é bem provável que você precise aumentar sua concentração para a leitura.

Se você puder dedicar poucos minutos por dia para assistir as aulas e aplicar o método, em pouco tempo você transformará completamente sua forma de ler e aprender.

  • Você tem dificuldade de se lembrar do que leu?
  • Não consegue ter foco e concentração na leitura?
  • Não consegue organizar grande quantidade de informação?
  • Se sente perdido em colocar em prática o que leu em livros?
  • Acha que precisa de bastante tempo para resumir um livro?
  • Acha que tem uma péssima memória e não consegue reter o que estuda?

Conteúdo do método do Filipe Iorio

Preparando o ambiente perfeito para a leitura

Este talvez seja um dos maiores motivos que está afetando a sua produtividade, atenção e impedem uma leitura eficaz dos seus livros. Você aprenderá como blindar a sua atenção de distrações externas, que podem te atrapalhar e dificultar o entendimento no assunto.

Assim, você irá se sentir muito mais focado e totalmente integrado com a leitura.

Blindando sua mente

Em média, nós temos cerca de 60.000 pensamentos todos os dias. Como fazer para não perder o foco neste manancial de pensamentos? Para uma mente que pensa rápido, provavelmente você terá dificuldade em manter o foco, e isso realmente frustra.

Você vai aprender técnicas rápidas para serem aplicadas apenas quando você quiser ter 100% da sua atenção na leitura.

Aprendendo técnicas de escanemento

É um processo extremamente poderoso que dura cerca de 10 minutos. Você irá aprender a ler um livro inteiro, ou um texto grande, e armazenar as informações no seu subconsciente.

É o que chamamos de pré-leitura, que cria imagens dos livros em sua mente, e quando fizer a leitura ativa, ela será mais produtiva, porque já estará familiarizada com seu subconsciente.

 

Um livro em uma página

Os 3 primeiros passos deram toda a base para você ter muito mais foco na leitura e torná-la produtiva. Em conjunto com a leitura, é feito o resumo do livro no formato de mapa mental. Vou te explicar passo a passo de como garantir um resultado poderoso em sua leitura.

Revisão Flash

Aqui é onde “a mágica acontece”. Você vai revisar o mapa mental do conteúdo do livro ou texto em menos de 3 minutos e garantir que você memorize e aplique o que aprendeu com a leitura.

O grande diferencial está entre sairmos da zona do “entendimento” para a zona do “aprendizado”. É isso que vai garantir que você tenha um aprendizado poderoso de longo prazo e lembre-se de tudo que lê quando precisar.

O curso Leitura Eficaz é o método de rápida aplicação onde você vai aumentar seu foco, sua concentração e conseguir revisar um livro em apenas 3 minutos.

 

Como adquirir o método Leitura Eficaz

A compra é feita através da empresa Hotmart, que é uma das empresas de pagamento mais seguras do mercado. Após a confirmação do pagamento, você receberá em seu e-mail os dados de acesso, e poderá começar a fazer seu estudo.

  1. Acesse o site Oficial do curso (Clique aqui para acessar)
  2. Clique no botão de comprar na página
  3. Escolha a forma de pagamento de sua preferência. Você poderá fazer o pagamento através do boleto bancário, cartão de crédito ou débito, e PayPal.
  4. Após a confirmação do pagamento, você receberá um e-mail com seu usuário e senha,
    e o endereço do portal do aluno, para começar suas aulas.

Para acessar o site oficial do curso, basta clicar no botão abaixo.

100% de Garantia ou seu dinheiro de Volta

O Método do Leitura Eficaz conta com uma garantia 100% de satisfação. Você pode consumir o conteúdo por 7 dias. Caso entenda que o curso não é o que você precisa, e se ainda achar que o treinamento não é para você, basta pedir reembolso, que o Filipe irá devolver todo seu dinheiro. Sem perguntas e questionamentos.

Por isso, não há risco pra você.